quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Eu já estive aqui antes...

Eu já amei, já rezei, já me apaixonei, já pequei, já tive medo, já tive pseudo-coragem, já desisti e já reconsiderei.

Já tive uma chama acesa, já fiz tal chama se apagar, já fiquei em silêncio na multidão e já fiz barulho sozinha.

Já acertei, mas errei muito mais. Já fui mais arrogante, mas tenho tentado ser mais humilde. Já soube muito, mas já deixei de querer saber.

Já fui roubada, já tive uma arma apontada para mim, já fiquei assustada e já desejei morrer, já desejei viver intensamente também um único dia.

Já deixei minha pele bronzear ao sol e já me escondi de tal sol, já andei em montanha-russa e já tive medo de ir num looping.

Já cantei e já deixei de cantar, já escrevi e já deixei de escrever, já me declarei e já prometi que não me declaro mais, já escrevi um texto para alguém e já prometi (de novo) que não escreveria para mais ninguém.

Já tive dúvidas quanto a Cristo e já me arrependi; já quis sentar numa cadeira que não me pertencia e já sentei numa cadeira que não queria sentar.

Eu já tentei salvar e já tentei ser salva; eu já desejei ir para o Céu e já tive medo de ir para o Inferno.

Eu já fui para lugares onde não queria e já fiquei em lugares que não queria; já li livros que foram inúteis e já li livros clássicos que não me agregaram.

Eu já fiquei feliz por chover e já fiquei triste por ter sol; eu já desejei não complicar as coisas e já compliquei demais.

Eu já quis escutar canções alegres, mas já escutei muitas canções tristes; eu já contei muito sobre mim e eu já deixei de contar muito sobre mim.

Eu já quis que me mandassem mensagens e eu já quis receber telefonemas. Eu já quis ser outra pessoa e já quis estar em outro lugar.

E com tudo isto, a única certeza que eu tenho é que eu já estive aqui antes.

5 comentários:

Alline disse...

emocionante,a cada frase lida vc se identifica mais e mais ...fato

Raquel disse...

que lindo, ler iso me lembrou uma Piaf (no je ne regrette rien)

Meia Lua disse...

Ain, Sandrinha...faço das palavras da Line, as minhas!

Que delícia de leitura, nega...

C'est la vie!

^^

Meia Lua disse...

Ain, Sandrinha...faço das palavras da Line, as minhas!

Que delícia de leitura, nega...

C'est la vie!

^^

DiRenan disse...

Para mim é como se eu tivesse escrito, esse texto não tem rosto, tem alma.