sábado, 5 de setembro de 2009

Buscando-te

Por Zuza Zapata

Nestes dias de rosto encharcado pelo suor da alma
Que derrama de meus olhos
Busco-te incansavelmente:
Na brisa fresca de verão
No frio encolhido de inverno
Na circunferência colorida de um bambolê
E no nariz ousado do palhaço
Que me oferece pipocas e risadas

Imagino você perdida no trânsito
Na vermelhidão do fim da tarde
Correndo pela rua para atravessar o sinal fechado
Segurando a saia, florida, rendada, a dois palmos do pecado
Para não mostrar mais que o necessário

Faço de ti minha rainha, sem nunca te-la visto
Serei teu rei, lutando com afinco e paixão
Contra qualquer infantaria, cavalaria ou artilharia
Que ousar fazer de você
Algo menor
Que soberana em meu reino.

4 comentários:

Raquel disse...

esse post me lembrou uma musica linda demais, pouco conhecida do Marx Viana. " se eu fosse algum rei, fosse teu senhor...eu proclamava a tua boca um reinado meu, cada dia teu:meu calendário...." linda demais essa musica, uma das mais belas declarações que já ouvi.
ain obrigado pela boa lembrança de tu me causou Zuza. ^^

Meia Lua disse...

"Na circunferência colorida de um bambolê" tão matemático...

^^

Meia Lua disse...

"Na circunferência colorida de um bambolê" tão matemático...

^^

DiRenan disse...

Eu amo essa música do Max Viana