quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Cheiro de dezembro.



Vez ou outra, enquanto caminho pela rua ou leio alguma coisa no sofá, percebo de leve o cheiro de dezembro, que toca a brisa e acaricia meu rosto.
Inebriante.
Cheiro com gosto de sorriso, é alegre.
Não conheço melhor definição.
Ele penetra na alma aguçando lembranças.
Mistura de vento morno, pedra molha e graminha,com aquele toque de não sei o quê!
Cheiro de nostalgia.
Fim de ano, recuperação, despedida.
De presente, família reunida, pisca-pisca.
Cambalhota no colchão e casa da vovó!
Vem até com música, pianos e violinos...
Liberdade!
Todos os meses têm seu próprio cheiro, mas o de dezembro é especial.
Tem personalidade forte, nenhum dos outros sobressai tanto quanto ele, de tão metido, o cheiro de dezembro até aparece por um segundo, durante os outros meses. Vem enfeitado com fitas vermelhas, de mansinho... Sapateando ao som de alguma canção.
Porém, o que ele quer na verdade, é nos lembrar da saudade que os outros tantos meses deixarão.

4 comentários:

Ysabella disse...

Belo blog. Um texto lindo também (:
vou seguir (:

Paty disse...

oi, obrigada pela visita em meu blog!
boa sorte com o seu!

pescadora disse...

um otimo cheirinho de dezembro,se expressou muito bem parabéns!

Naty Dezoti disse...

Dezembro chega cheio de cheiros gostosos.
Dezembro vem mostrando o fim de uma era e o início de outra.
Lindo texto.