segunda-feira, 5 de julho de 2010

uma violeta sonhou se tornar uma flor. E se tornou!

dizem as más línguas (de violetas) , após a morte da flor, sob a tempestade,
que ela foi ambiciosa.

quase já morrendo, ela confirmou,
mas disse também, que o que ela viu EM UM DIA, foi maior
do que tudo que elas viriam em toda a sua vida!

# de Khalil Gibran, parafrase.

1 comentários:

João Ludugero disse...

Olá, dê uma passadinha láno meu blog. Adorei seu espaço, voltarei com mais demora para te apreciar. Que bom é está aqui. Voltarei, de certo.
Se puder me adicionar, vou adorar.
Abraço iluminado,
João, poeta.